quinta-feira, 31 de maio de 2012

Nasceu Dimitri. (finalmente!)

Qdo meu Dimi nasceu, senti imediatamente essa coisa inexplicável e enorme que toma conta da gente qdo escutamos o 1º choro, qdo ele sai no parto.... é um amor tão imenso, mas tão imenso que supera qualquer outra coisa nessa vida... eh louco, lindo, pleno, perfeito... eu deixei de existir pq agora tudo pra mim se resume nesse amor enorme... tudo é Dimitri. E fica mais perfeito ainda qdo vejo nos olhos de Mardin essa mesma situação. Nós dois tínhamos virado 1, e agora, que viramos 3, o louco é que somos "mais 1 só" ainda!^^ Aliás, Deus me deu um companheiro que tá se revelando um pai lindo! Lindo msm, pq é no mínimo lindo vê-lo babando a cria, e todo o esforço na madrugada mal dormida, pra segurar minha mão qdo dói a mamada, ou pra tirar leite com a bombinha pro meu seio nao pedrar com todo cuidado do mundo... ou simplesmente parar do nada qdo tô com cara de exausta e dizer que me ama, com direito à ser enfático, dizendo "mas é de verdade mesmo..."...^^

Deus nos deu algo que não só simboliza, ou concretiza nosso sentimento, mas deu foi uma espécie de elixir divino, que fez o negócio aumentar e fortalecer muito. O nosso amor. =)
O "algo" é  Dimitri.
Uma felicidade divina é o que toma conta de mim qdo olho o rostinho dele e vejo aqueles olhinhos lindos, as bochechas mais gostosas do mundo, aquela boquinha charmosa... eu fico boba qdo ele acaba a mamada e faz a carinha de "buda" dele (hauhauhaua...). Fica todo molinho, parecendo que tá zoró de tanto leite e  lá vou eu colocá-lo no ombro pra fazer o arroto vir... mas tb gosto de colocar ele sentadinho na perna e vê-lo com a a tal carinha de "buda"! eu acho muito lindooooooooooo!! OLhinhos puxadinhos, cabelinho pretinho, buchechas gostosas e boquinha abertinha... ownnnnnn...  Deus me deu uma dádiva inigualável nessa minha vida...  Ele é MUITO LINDO! Gente, na sala de parto, eu lá aberta, e qdo baixaram o pano pra eu ver ele saindo, MEU DEUS DO CÈU, eu quase morro! Ele veio limpinho, (já estava mesmo no ponto...^^) e LINDO! Cabelinhos pretos evidentes, o chorinho... foi um momento único msm... eu só fazia chorar... tava muito feliz. MUITO. Nesse ínterim eu olhava pro rosto de Mardin e amava ele ainda mais... nossa... sentimentos tão fortes, plenos, tudo ali, naquele momento, naquela sala... aliás, meu parto foi muito bom. 

Chagamos no Esperança perto do meio dia... um estressezinho básico e uma corrida urgente do marido na adm do plano por causa da mudança de médico na guia de ultima hora, mas tudo bem. Seguimos pro quarto 708. É claro que eu estava nervosa, minha pressão que normalmente não passava de 10 por alguma coisa, estava 13 no dia... normal  pra enfermeira, mas pra mim era claro que eu estava nervosinha... kkkkkkk
Visitas e talz, qdo veio o aviso de me preparar..  enfermeira depilando a area onde iria ser cortada, dps um banho e dps por a roupa de cirurgia...  fotos, dps vamos pra outra maca e lá vamos nós pro bloco. Painho, "mentaliza Bezerra de menezes", e mainha mais nervosa que eu...
Mardin já estava certo que entraria. No início da gravidez ele dizia que não aguentaria, mas o tempo foi passando, ele quase fazendo curso on line de gravidez no Baby center (kkkkkkkkkkkk), ele quis ir. ^^ Ele entrou comigo e Isadora foi junto pra ver se minha medica autorizaria ela entrar tb...
Me separei dos dois qdo entrei na sala do parto msm. A instrumentadora super simpática, as enfermeiras e o anestesista Ruy também.. todos perguntando o sexo, o nome, dps elogios, brincadeirinhas, um tratamento super cheio de carinho e mimos... aí mardin veio, tiramos fotos e em seguida a única parte ruim do parto, a anestesia. Sentada, de frente pra anestesista que ia me dizendo o que eu ia sentir e me dava  maior força... foi o ó a sensação da agulha e a queimadinha misturada com "choquinho" na coluna indo pra perna, e eu quase chorando, sentindo uma sede doida do nada, e a mulher me consolando... demorou um pouco e eu rezando a Deus pra qeu acabasse... de repente foram já me colocando deitada e eu aliviada pq tinha acabado a sessão tortura.. kkkkkkkkk.. loguinho minhas pernas sumiram, e o Ruy me perguntando tudo que eu estava sentindo... eu sentia tudo formigando até altura do peito, e tive um medinho básico de sentir as coisas acontecendo.. kkkkkkkkkkk.. eu disse isso a ele lá na hora e ele disse que eu ficasse tranquila q nao sentiria nada... da fato não senti. Mardin segurando minha mão, eu me sentindo lesa, mas não pela anestesia e sim pq estava ali, com ele, tendo um filho. ^^
Isadora ja estava lá, tirando fotos e filmando tudo. De repente, chamaram mardin, e me disseram que eu sentiria uma "pressão" no peito muito forte, mas que era normal... pois bem, senti msm, bem no meio do peito, e em seguida abaixaram o "pano" na minha frente e eu o vi... ouvi o choro, e vi ele ali... nas mãos da médica, e LINDO! grandão, cabeludão e LINDO! eu só chorava feito louca... quem ver o video vai ver minha cara de retardada mental... kkkkkkkkkkkk... Mas é muito surreal... finalmente vê-lo... finalmente tê-lo... é algo difícil de descrever... simplesmente surge na gente.. é como uma paixão louca, fulminante, avassaladora msm...  surreal é pouco..
Depois foram limpá=lo e subiram o pano... me concentrei em ouvir o choro, me lembrando que quanto mais ele chorasse, melhor... era ele respirando no mundo... era sinal de saúde... hauahuahua... depois, quando trouxeram ele pra mim... enroladinho num lençol, a moça encostou o rstinho dele no meu rosto.. ele estava bem quentinho! e eu falei isso! hauhauahuahuahua.. incrível como ele ficou caladinho qdo encostou em mim... foi lindo.. tão perfeito aquele primeiro toque, aquele primeiro contato de pele que tivemos... foi rápido, tiramos fotos, mas acho q se brincar ainda sinto minha bochecha na dele... ahuahuahua

Depois que levaram ele, já fui dizendo a Mardim pra ir atrás e ficar de vigia (o medo doido de trocarem!? kkkkk) e minha irmã foi junto... depois disso, foi rápido, não dormi como o anestesista tinha dito, fiquei meio mole, mas acordadíssima... como eu dormiria naquela situação? tava mais acordada que tudo, só pensava nele! só queria ele! 

Depois me levaram pro quarto, e só pensava em o quanto ele era lindo... e no fato de que eu agora era mãe.
No quarto só festa.. até que trouxeram ele prontinho pra mim... lindooooooooo! ali estava meu bebe, meu filho.. branquelinho do cabelo preto como sempre imaginei, quis... enfim... lindo. quentinho e juntinho de mim.. todo mundo babando... ownnn...

e a noite foi tentativa de dar de mamar furada (meu bico eh mto pequenininho), e eu jurando que tava dando de mamar mas não... enfim (assunto pra outro post).. a segunda foi de desespero.. ele não dormia nem com a peste e nós zumbis mortais... ^^ enfim, as adptações do começo, que são 
realmente trashs! Mas a gente tá tão apaixonado que aguenta.. hauahuhaua...  as visitas de uma colega de trab minha e dois de mardin.. dps as médicas (maravilhosas! +D) dps a volta pra casa...

é um amor muito grande. Sério. A vontade da minha vida é parar na frente dele e ficar olhando feito besta, pra sempre, com Mardin do lado, babando também... ^^

Neste quase primeiro mês completo, sem tempo pra muita coisa, minha vida deu um looping em tantos sentidos que é uma loucura...
Sigo lendo mil sites, blogs, e afins sobre maternidade e recem-nascidos... e postando algumas fotos no facebook pros amigos distantes e familiares verem... e qdo ele acorda, lá vai a vaquinha aki correr pra se desligar do mundo e só se ligar no príncipe.

Depois vou contando mais sobre as aventuras.. só conto que esta semana 4, foi de fortes emoções (cólica, baby acne, manha.. huahauhau)...