terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Umas palavrinhas do Papai...

-- Queria escrever com clareza sobre os pensamentos que tenho em minha existência, mas não sou tão bom em passar isso para o papel. e muito menos para os códigos vocais.

Mas sentir o amor que sinto por um ser que cresce dentro da Ísis, já me aquece o coração... que nunca foi frio, mas muitas vezes foi coberto por aquele orgulho e pelo sentimento de superioridade masculina, coisas hoje tão insignificantes.

Hoje, presenciei no ônibus um pai desesperado vendendo balas para comprar o remédio caro que a filha precisa tomar todos os meses, remédio esse que o governo não banca.. Aquilo ali me mostrou o mínimo que um pai pode fazer por sua prole, sinto que minha existência não se compara com a que eu tenho que guiar.

Minha vida comparada à dele não é nada, e isso me deixa feliz.

Por mim ele vai ser melhor Judoca, seu Jiu Jitsu será superior ao meu em todos os quesitos.. ele pode até vir a não gostar, mas o caminho do Budô e principalmente o BUSHIDO ele irá aprender a Amar como eu amo, se a Divina força Existencial superior permitir.

Olho para o passado, penso e falo: eu faria tudo de novo, não me arrependo de nada do fiz até aqui mesmo; Amar minha esposa Ísis e a existência de DIMITRI...

PERFEITO! 


(por Mardesson Queiroz, o Papai.)

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Despertando pra minha missão...

Essa semana fiz a morfólógica. Completei 24 semanas.

Eu estava tensa como sempre. É porque sempre que vou vê-lo, vou saber se ele está crescendo bem, se tá todo formadinho... a morfológica então, fiquei mais tensa, porque vê se ele não tem deformações de doenças tipo down... graças a Deus meu pequeno sol tem seu ossinho lá no nariz, que diz que ele não tem nada. Seus dedinhos, sua coluna, seu rostinho, tudo está lá, e eu pude ver ele passando a mão no próprio rosto, todo serelepe algumas vezes...  tão fofo.
Dimitri está com um baita fêmur, de 4,5 cm, que, pelos foruns das comunidades de grávidas da net, indica que ele tem 31,5 cm! Grande! (eu acho...) ^^ e estima-se que ele tenha 700g.

Sabendo que está tudo bem com meu principezinho, entrei num tempo que vou ter que me voltar pra mim. Completando agora 6 meses, vou investigar minha taxa glicemica nos próximos dias e fiz preventivo essa semana que passou. Na próxima consulta é bem provável que ela me passe alguns vários remedinhos e uma dietinha... vamos ver... Na noite trasada acordei com muita dor de câimbra em uma das pernas e acho que isso é deficiência de alguma coisa.. (tipo cálcio, ou sei lá o quê..) Foi trash.. acordei quase que gritando mesmo, e o pobre do marido tb se assustou né.. mas disse logo que não era nada com o bebê e sim com minha perna.. (senão ele tinha um treco.. kkkkkkkk)
Aliás, MUITO ENGRAÇADO, como quando nos deitamos Mardin põe o ouvido na minha barriga e chama pelo bebê.. e tipo, ELE RESPONDE! Dá altos chutes! kkkkkkkkk... é muita onda! E é muito lindo também... *__________*

Ontem fui ver a baby de um amigo aqui do trab, que está com 14 dias. Amarílis é linda, calminha, e quase me fez chorar qdo foi mamar... eu vendo ela lá mamando, toda entendida do que fazer, tão lindo! ESpero que comigo tb seja tranquilo assim... hihihihi..  e tb que eu tenha muito leite feito a mãe dela... huhuhuhu...
Aliás vê-la tão pequenina, tão molinha, tão sem jeito, me fez pensar na fragilidade ENORME dela. Aquele ser tão amado e tão dependente de VOCÊ... Não é possível se pensar em outra coisa senão no quanto vc quer se doar inteiramente pra ele... Vc esquece tudo pra vc e só pensa nele, naquele bebezinho e em tudo que ele precisa.
Dá medo. Mas é mágico viu? Uma missão que Deus tá te confiando MESMO. No mínimo transformador...=)

Por isso que por mais que esteja bem #tenso a questão de comprar tudo que tem que se comprar pra ele e preparar pra sua chegada, eu tento não me estressar tanto (afinal quem não se estressa com o monte de coisas do enxoval que tem pra comprar qdo não se tem grana caindo pelos bolsos? kkkkkkkk), e vamos fazendo o que podemos. Meus pais tão ajudando como podem tb, afinal eles sabem do gasto que é, e montando um quarto pra ele tb na casa deles, já que mami vai ser minha ajudante mór, principalmente qdo eu voltar a trabalhar dps dos 6 meses de licença...^^

Enfim... Que eu cumpra essa missão divina da melhor maneira possível... Essa vidinha que Deus tá me confiando a cuidar e orientar já é MUITO, mas MUITO MESMO amada por aqui, e com a benção divina, vamos fazer tudo direitinho. ^^ #Assimseja.




P.S.: vou tentar dar um print no dvd da ultrassom e dps coloco uma foto aki. =)



terça-feira, 17 de janeiro de 2012

"Choquinhos"... Mexe-mexe.

Nos últimos dias ele começou a mexer pra valer na minha barriga.
Antes, ansiosa por sentí-lo, eu só sentia "vibrações". Minha barriga dava umas tremidinhas, mas tipo, eu tinha que pôr a mão pra sentir... Agora não, do nada minha barriga dá um "choquezinho"! E é ele dando chutinhos (será que são chutes msm?).
O pai tá babando tanto... jura que os tais chutes são de lutador... hihihihi..
E eu, eu me pego boba quando sinto... é algo surreal. Ele tá mesmo dentro de mim, crescendo, se mostrando cada vez mais.
Nesses últimos dias de férias, várias vezes deitada eu sentia... e tocava minha barriga com cara de boba, sorrindo. =)
Nessas horas somem os medos e preocupações, só consigo curtir a mágica, o milagre que é gerar uma criança, gerar um filho. Me pego besta da silva com a perfeição de Deus. Porque isso, no mínimo, é divino. E nada é parecido. Nada.

Muito bom, mesmo com todas a dificuldades, olhar pra minha barriga e pro meu marido e concluir; estamos formando nossa família! Nossa família dentro da grande família de nossos pais, com primos, tios, etc... é nosso pedacinho na árvore. ^^

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Novos tempos.

As duas benditas listrinhas...

Pensei milhares de vezes em o que escrever aqui nesses novos tempos. Relutei em escrever ou não, e muitas vezes me senti incapaz de traduzir isso tudo... Mas o que ficou martelando na minha mente foi o fato de que eu tinha que registrar de alguma maneira esse momento da minha vida... da nossa vida.
Ter este blog como registro do momento do meu casamento é algo que gosto muito.
Tudo que ficou registrado aqui, que até é bem menos do que eu de fato queria, é visto e revisto com muito carinho, como o registro da construção desse momento tão especial e importante da vida de casal que temos. Tínhamos 3 anos juntos, e depois de altos e baixos, testes e mais testes, reviravoltas que só Deus é capaz de dar nas nossas vidas, nó noivamos. No ano seguinte, 4 anos juntos e casamos.
Hoje, com quase 1 ano de 8 meses de casados, já enfrentamos alguns problemas, estresses, apertos, etc, mas o mais legal foi ver que a rotina puxada, as cobranças da vida que levamos no agora, também reserva surpresas...
Deus é tão perfeito, que quando estávamos passando por uma fase de teste "daquelas", Ele nos manda uma notícia surpreendente.
Eu estava grávida.

Em agosto, passei os 1ºs 15 dias na terra do meu marido, Cruzeiro do Sul, no Acre. Fui lá passar minhas "férias" de 15 dias. Fui pra matar a saudade das minhas amigas do peito, pra ver minha mana que estava morando lá na época, rever a família do maridão, enfim, rever pessoas queridas e cenários que pra mim foram especiais, já que morei lá por 4 anos, e foi lá que conheci meu digníssimo.^^
Foram dias ótimos, que só não foram melhores porque o marido não pôde ir, e porque adoeci nos últimos dias... 
Mas enfim... voltei cheia de saudades do dito cujo né?
Eeeee... eu estava de pausa do anticoncepcional por 3 meses, já que o que eu usava estava me fazendo muuuuuito mal, e por recomendação médica, estava dando uma "limpada" no organismo para começar outro. 
Eeeeeeee.... é claro que quando cheguei da viagem estava cheia de amor né... hauhauhauahua
Pois é.... foi aí que vingou o negócio.

Nos dias que se passaram, eu comecei a sentir mudanças em mim, mas achei, a priori, que eram coisas de TPM... mas aí né, os dias passando e nada da "bendita" vir... E pra completar, marido tava numa época "ciumeira" danada, eu já tava enchendo o saco, e briguinhas "massas"rolando  direto enfim... Até que um dia, brigamos feio, e depois das lágrimas, fizemos as "pazes da solução", dessas que prometem pôr um fim no estresse todo, com promessas de ambos os lados sabe? ^^

Eu estava muito mexida. Até hj não sei se aquela confusão toda dentro de mim tinha a ver com a gravidez e seus hormônios (^^), mas foi um "processo" viu...

Então, 2 dias depois, tomei coragem e comprei um teste de farmácia. À noite, quando cheguei em casa, mostrei a ele. Eu sempre curti a vontade dele de ser pai, então sempre curti as reações dele com as possibilidades disso se tornar realidade. ^^ Mas esperei pra fazer na manhã seguinte, depois de ler as instruções da caixa.

Na manhã seguinte, acordei mais cedo e fui pro banheiro.
Fiz xixi, enchi o copinho, coloquei a varetinha.
Então logo apareceu uma listrinha. Pensei "não tô grávida. Nada de anormal.".
Virei de lado, bocejei e...... quando olhei de novo, lá estava,  A OUTRA LISTRA.
Limpei os olhos, li a caixa, e não tinha dúvida, era o POSITIVO.

Na hora eu só fiz rir. Sério. Até agora escrevendo isso tô aqui rindo do que senti. Era muito surreal.

Levantei e fui acordar o marido. Ele disse que quando eu acordei ele, ele já sabia...^^
Chamei ele no banheiro e mostrei a varetinha e suas duas listras. Em seguida, mostrei as instruções da caixa.

Ele sorriu, me abraçou e ficamos assim, sorrindo e abraçados por um tempinho. 

Depois fui pra cama, e derramei umas lágrimas. Era o que eu sempre quis. De repente.
Deu medo, deu alegria, deu uma confusão de coisas... a vida mudava a partir daquele momento.

E cá estamos. Pra mim, desde o dia 21 de setembro de 2011, uma quarta-feira com a manhã mais agitada da  minha vida, grávidos. E felizes. Muito. =)

O resultado.