terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Umas palavrinhas do Papai...

-- Queria escrever com clareza sobre os pensamentos que tenho em minha existência, mas não sou tão bom em passar isso para o papel. e muito menos para os códigos vocais.

Mas sentir o amor que sinto por um ser que cresce dentro da Ísis, já me aquece o coração... que nunca foi frio, mas muitas vezes foi coberto por aquele orgulho e pelo sentimento de superioridade masculina, coisas hoje tão insignificantes.

Hoje, presenciei no ônibus um pai desesperado vendendo balas para comprar o remédio caro que a filha precisa tomar todos os meses, remédio esse que o governo não banca.. Aquilo ali me mostrou o mínimo que um pai pode fazer por sua prole, sinto que minha existência não se compara com a que eu tenho que guiar.

Minha vida comparada à dele não é nada, e isso me deixa feliz.

Por mim ele vai ser melhor Judoca, seu Jiu Jitsu será superior ao meu em todos os quesitos.. ele pode até vir a não gostar, mas o caminho do Budô e principalmente o BUSHIDO ele irá aprender a Amar como eu amo, se a Divina força Existencial superior permitir.

Olho para o passado, penso e falo: eu faria tudo de novo, não me arrependo de nada do fiz até aqui mesmo; Amar minha esposa Ísis e a existência de DIMITRI...

PERFEITO! 


(por Mardesson Queiroz, o Papai.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário